Acessoline Telecon - Digitais no Mundo Real
Menu

Nossas Unidades

Digitais no Mundo Real

 

Desde as transações bancárias, a receita do bolo, o contato com um amigo ou familiar distante até o fechamento de um grande negócio, hoje quase tudo que fazemos está vinculado ao ato de se conectar para facilitar. O admirável mundo novo é rápido, dinâmico e cheio de aplicativos.

No mundo dos negócios é praticamente impossível trabalhar sem tecnologia. As empresas só existem se possuem um site e estão nas redes sociais. É a chamada presença digital que, cada vez mais, ultrapassa fronteiras e alavanca negócios que antes eram subestimados.

Em nossas vidas não é diferente. Passamos horas do nosso dia no mundo digital, postando fotos, visualizando vídeos e deslizando a timeline nos espelhos negros dos smartphones. É inevitável estar online, marcar presença no mundo virtual agora faz parte do protocolo. 

Diante de todo esse cenário, devemos estar cientes de que a tecnologia pode e deve ser utilizada. Ela facilita nossa vida, com certeza. Mas um fator que muitos esquecem é o equilíbrio. Como para tudo na vida, precisamos de equilíbrio no uso das tecnologias. Precisamos contemplar o mundo digital de forma coerente.
 
Devemos ter o cuidado de não nos condicionarmos na passividade da internet, deixando de lado as atividades que estimulam o potencial criativo. São aquelas atividades analógicas, que muitos já deixaram de executar. Escrever com caneta ou lápis numa folha, jogar palavras cruzadas, ler um livro ou até jogar um jogo de tabuleiro. 

O resgate destas atividades que requerem nosso raciocínio e nos faz atuar de forma ativa são essenciais para não perdermos a referência num mundo que cada vez mais se distancia do real e se desenha num cenário virtual.

O advento da tecnologia foi uma das maiores revoluções no mundo pós-moderno, não temos como negar. Mas saber usar esta tecnologia a nosso favor, sem nos tornarmos dependentes dela é o maior desafio dos dias atuais.

A interatividade e a conexão entre as pessoas, além do mundo digital, ainda é essencial para continuarmos nossa evolução como seres humanos e vivenciarmos momentos que o digital não proporciona.

Podemos celebrar a tecnologia, com certeza. Mas devemos manter o equilíbrio e o bom senso. Dessa forma seremos digitais sem perder a noção do real.

Veja também:

 

 Compartilhar
 Tweetar
0 Comentários

Comentários